Experimente o Música na Serra

Experimente o Música na Serra

Festival Internacional Música na Serra já se consagrou um dos maiores eventos de música clássica do Sul do Brasil. Em sua 7ª edição, de 21 a 27 de julho, a programação artística descentraliza a cultura na Serra Catarinense, e convida todos a experimentar a Música de Concerto com espetáculos gratuitos, todas as noites, no Teatro Marajoara em Lages.

Nesses concertos se apresentam músicos que, frequentemente, tocam nos melhores palcos da Europa e dos Estados Unidos. Uma programação artística desse nível, geralmente, encontra-se disponível apenas nas grandes metrópoles, mas está a disposição de toda a comunidade serrana.

Ao lado desses mestres estão alunos de diversos locais do Brasil, que se reúnem em Lages para aprender através de uma intensiva metodologia prática de orquestra, onde também tem a oportunidade de estar diante do público desenvolvendo sua performance artística como solista ou enquanto músico de câmara nos Concertos Acadêmicos e Sociais. 

Nesses concertos se apresentam músicos que, frequentemente, tocam nos melhores palcos da Europa e dos Estados Unidos. Uma programação artística desse nível, geralmente, encontra-se disponível apenas nas grandes metrópoles, mas está a disposição de toda a comunidade serrana.

Ao lado desses mestres estão alunos de diversos locais do Brasil, que se reúnem em Lages para aprender através de uma intensiva metodologia prática de orquestra, onde também tem a oportunidade de estar diante do público desenvolvendo sua performance artística como solista ou enquanto músico de câmara nos Concertos Acadêmicos e Sociais. Conheça:

 

Programação

21/07 – Domingo

Orquestra Versatilis e Solistas

22/07 – Segunda-feira

Quarteto Coração de Potro & Quinteto Versatilis: Grupo lageano de música nativista, que tem uma sonoridade que reflete influências folclóricas de toda a América Latina se junta ao Quinteto Versatilis, um quinteto de cordas formado por professores do festival e que trará ao palco do Teatro Marajoara a fusão da sonoridade folclórica latina com o acompanhamento dos instrumentos de cordas da orquestra, com arranjos do maestro Jean Reis.

23/07 – Terça-feira

Quinteto Sujeito a Guincho: Quinteto de Clarinetes criado em 1991, o conjunto composto por grandes clarinetistas do país, inclusive o professor de clarinete do FIMS Luís Afonso Montanha. O grupo transita entre o erudito e o popular. No repertório, há espaço para Hermeto Pascoal, Gordurinha, Brahms e Vivaldi.

24/07 – Quarta-feira

Concerto dos Professores: Um dos concertos mais esperados do festival é o concerto de professores. Onde várias formações instrumentais sobem ao palco e trazem uma grande diversidade de repertório para os ouvintes.

25/07 – Quinta-feira

A partir da quinta-feira se iniciam as apresentações dos grandes grupos formados pelo festival e seguem até o encerramento. No dia 25 é a Orquestra Acadêmica, uma orquestra formada com alunos iniciantes em grande maioria de Lages, proporcionando assim, uma oportunidade desses jovens músicos participarem do festival. O Coro Infanto-Juvenil também é formado com crianças e adolescentes da nossa cidade e que a cada ano vem surpreendendo o público com a qualidade de suas apresentações. E essa grande noite encerra com o Ballet Adulto dirigido e coreografado por Lia Comandulli.

26/07 – Sexta-feira

Apresentação do Ballet Infanto-Juvenil, outro grupo formado com crianças e adolescentes lageanos. Também terá a classe de Canto Lírico, que faz seu tradicional concerto trazendo toda a beleza e expressividade. E, haverá o Coro Música na Serra composto por coralistas de Lages, que recebe pessoas com e sem conhecimentos musicais que tenham interesse de fazer música em conjunto e participar ativamente do festival.

27/07 – Sábado

O concerto de encerramento é o ápice do festival, com a Orquestra Sinfônica Música na Serra, formada pelos alunos bolsistas. Apresentará neste ano um programa de alto nível artístico. O Concerto para Violino e Orquestra de Tchaikovsky, uma obra desafiadora para o solista, que neste concerto será o professor Cármelo de los Santos. Outra grande obra que completa o repertório da noite é a Sinfonia nº 9 do compositor tcheco Antonín Dvo?ák, popularmente conhecida como sinfonia “Do Novo Mundo”, composta após sua mudança para Nova Iorque, onde Dvo?ák conhece novos gêneros musicais folclóricos e utiliza esses elementos na sua obra. A regência do concerto de encerramento é do maestro e diretor artístico do festival, Jean Reis.

 

Fonte: Correio Lageano

Foto: Memorizze

 


Veja também
 34° Encontro de Apicultores e Meliponicultores foi sucesso em São Joaquim 34° Encontro de Apicultores e Meliponicultores foi sucesso em São Joaquim
19 de agosto de 2019
Galeria de Arte da Villa Francioni, uma atração a mais na Serra Catarinense Galeria de Arte da Villa Francioni, uma atração a mais na Serra Catarinense
15 de agosto de 2019